sexta-feira, 15 de outubro de 2010

Como conhecer a vontade de Deus

Em todas as áreas da sua Vida: Sentimental, Profissional,

A perfeita vontade de Deus

Provavelmente nada é tão confundido e mal entendido quanto a vontade de Deus. Como líderes na casa de Deus, geralmente nos deparamos com dois extremos em relação este tema:

1- Qualquer coisa que acontece é atribuído como sendo vontade de Deus.

2- Muitos irmãos esforçam-se ao máximo desejando conhecer a vontade de Deus para a vida deles, mas jamais o conseguem.


Mas afinal, o que pode ser considerado como “A perfeita vontade de Deus”?
O Senhor Jesus nos ensinou a orar em Mateus 6 para que a vontade de Deus seja feita. Ela não é automática em nossas vidas. Por isso há tantas coisas acontecendo no mundo que não são a vontade de Deus.

• A perfeita vontade de Deus

– E não vos conformeis com este século, mas transformai-vos pela renovação da vossa mente, para que experimenteis qual seja a boa, agradável e perfeita vontade de Deus. Rm. 12:2

A perfeita vontade de Deus é que você e eu passemos a buscá-lo em primeiro lugar. Ele e o Seu reino e sua justiça. Devemos transformar o mundo que aí está pela renovação de nossas mentes.

• A vontade circunstancial de Deus

– Sabemos que todas as coisas cooperam para o bem daqueles que amam a Deus, daqueles que são chamados segundo o seu propósito. Rm. 8:28

Mesmo que não saibamos qual a vontade de Deus, Ele coopera para que a conheçamos através das circunstâncias em redor. Ele tem um desígnio para cada circunstância natural.

• A vontade permissiva de Deus

– Cedo, porém, se esqueceram das suas obras e não lhe aguardaram os desígnios; entregaram-se à cobiça, no deserto; e tentaram a Deus na solidão. Concedeu-lhes o que pediram, mas fez definhar-lhes a alma. Sl. 106:13-15.

Às vezes Deus permite situações em nossas vidas que não correspondem aos seus desejos. Ele o faz por fidelidade à Sua palavra. Mas o ideal é que conheçamos a fundo a verdadeira vontade dEle para nós e cada situação.

Condições para conhecer a vontade de Deus

Nem sempre sabemos qual a vontade de Deus para nós. Não há regras, mas algumas condições são imprescindíveis para que a conheçamos e andemos nela.

• Ser nascido de novo


– Ora, o homem natural não aceita as coisas do Espírito de Deus, porque lhe são loucura; e não pode entendê-las, porque elas se discernem espiritualmente. I Cor. 2:14

Só quem é nascido de novo pode compreender a vontade de Deus.

• Disposição para Obedecer
– Eu nada posso fazer de mim mesmo; na forma por que ouço, julgo. O meu juízo é justo, porque não procuro a minha própria vontade, e sim a daquele que me enviou. Jo. 5:30

– Porque eu desci do céu, não para fazer a minha própria vontade, e sim a vontade daquele que me enviou. Jo. 6:38

Deus não joga pérolas a porcos. Se você não O obedece jamais saberá Sua vontade.


• Desejo de fazer a vontade de Deus

– Se alguém quiser fazer a vontade dele, conhecerá a respeito da doutrina, se ela é de Deus ou se eu falo por mim mesmo. Jo. 7:17

Mais uma vez depende de sua atitude diante de Deus para que saibas o que está no coração dEle.

• Sensibilidade Espiritual

– Eis que a mão do SENHOR não está encolhida, para que não possa salvar; nem surdo o seu ouvido, para não poder ouvir. Mas as vossas iniqüidades fazem separação entre vós e o vosso Deus; e os vossos pecados encobrem o seu rosto de vós, para que vos não ouça. ( Is. 59:1-2).

Somente homens e mulheres cheios do Espírito e sensíveis a Ele podem conhecer a vontade de Deus.

Como discernir a vontade de Deus

Se você responde as estas condições saiba que Deus vai falar com você. Espere e tenha atenção nas formas com as quais ele pode falar.
• 1. Convicção Interior
• 2. A Palavra De Deus Escrita
• 3. A Paz de Deus - Cl 3:15
• 4. Um Aconselhamento Maduro - Pv 11:4; Pv 15:22
• 5. As Circunstâncias
• 6. A Providência de Deus - Sl 37:23
• 7. Confirmação Profética - I Ts. 5:20

Nenhum comentário:

Postar um comentário