sábado, 9 de outubro de 2010

Objetivos do Discipulado

O Centro do Discipulado = São vínculos, ligaduras no espírito, alianças entranháveis, compromissos de submissão de andar na luz e se deixar tratar.
Discipulado é = Pegar alguém no Nível de vale e levarmos para o nível de Monte.
As células não são Alvo final, elas surgem e desaparecem se não temos discípulos, o Alvo principal é a formação de discípulos, para termos um Impacto significativo em Mauá.
Células somente se multiplicam com preparação de novos líderes.
No livro de Atos não descreve a conversão de Vidas, mais o aumento de discípulos. O Crescimento da Igreja está baseado na Formação de líderes.
      I.            Primeiro objetivo do discipulado:
-A edificação da Vida do discípulo para que tenha o Caráter de Cristo
Discipulo é = Alguém que é solidário, generoso com as pessoas, porem duros consigo mesmo. Não tem como Padrão os outros, o que a Maioria faz.
Discipulo é = Passar o DNA
Ficar mais Maduro e tratamento do Caráter, precisa de Claresa do propósito e do Alvo, para ser algo mensurável nosso Alvo é que você se torne um LT, líder, Discipulador, Obreiro, Pastor.
Ex: Parede torta, desnivelada precisa ser removida. Existem estruturas que não estão devidamente edificadas, os materiais que estão fora de edificação será deixado de lado.
Ex: Economizar dinheiro com pedreiro. Colocar azulejo no Banheiro... No primeiro azulejo não dá para notar, no segundo uma diferença quase que imperceptível, no quarto não dá mais para consertar... mais um pouco o problema é exposto para todos.
Precisamos perceber as diferenças logo de início, chegará o Senhor desta Obra para examiná-la. Não podemos ser reprovados.
2) Segundo objetivo do discipulado:
-Capacitação Ministerial do discípulo para que possa fazer a Obra de Deus
A transformação de vida somente pode ser Gerada pelo Espírito Santo “Coração de Pedra”, porem podemos ser Cooperadores desta Obra Divina.
Caso o discípulo não possua uma forte experiência com Deus, recebendo Sua Vida pela Fé, e sendo continuamente Cheio do Espírito Santo a relação do discípulo e discipulador trará pouco resultado.
-Edificando a Vida do Discipulo:
- Deus deseja que possamos expressar a Cristo em todas as áreas da nossa Vida.
Ef 4:13 até que todos cheguemos à unidade da fé e do pleno conhecimento do Filho de Deus, à perfeita varonilidade, à medida da estatura da plenitude de Cristo,
-As Áreas mais importantes que preciso observar:
ü  Na minha relação com Deus
ü  Família
ü  Trabalho
ü  Tratamento com o Próximo
ü  Área Sexual
ü  Administração do dinheiro
ü  Área Moral e Ética
ü  Nos tempos de Provações

É Deus que faz a parte misteriosa de dar Crescimento, mais somos nós que Plantamos e regamos.
Minhas responsabilidades com meus discípulos:
       I.            Estar com Eles
Mc 4:14 Então, designou doze para estarem com ele e para os enviar a pregar
     II.            Ser exemplo
1 Co 11:1 Sede meus imitadores, como também eu sou de Cristo.
1 Tm 4:12 Ninguém despreze a tua mocidade; pelo contrário, torna-te padrão dos fiéis, na palavra, no procedimento, no amor, na fé, na pureza.
  III.            Amá-los
Jo 13:34 Novo mandamento vos dou: que vos ameis uns aos outros; assim como eu vos amei, que também vos ameis uns aos outros. 35Nisto conhecerão todos que sois meus discípulos: se tiverdes amor uns aos outros.
  IV.            Ensinar a Palavra de Deus
2 Tm 1:13 Mantém o padrão das sãs palavras que de mim ouviste com fé e com o amor que está em Cristo Jesus. 14Guarda o bom depósito, mediante o Espírito Santo que habita em nós.
    V.            Corrigí-los
Tito 2 :15 Dize estas coisas; exorta e repreende também com toda a autoridade. Ninguém te despreze.
  VI.            Advertí-los d repreendê-los
1 Tm 5:20 Quanto aos que vivem no pecado, repreende-os na presença de todos, para que também os demais temam.
VII.            Orar por eles
2 Tm 1:3 Dou graças a Deus, a quem, desde os meus antepassados, sirvo com consciência pura, porque, sem cessar, me lembro de ti nas minhas orações, noite e dia.
VIII.            Dar a Vida por eles
Jo 10:11 Eu sou o bom pastor. O bom pastor dá a vida pelas ovelhas.
  IX.            Enviá-los
Mt 28:19-20 Ide, portanto, fazei discípulos de todas as nações, batizando-os em nome do Pai, e do Filho, e do Espírito Santo; 20ensinando-os a guardar todas as coisas que vos tenho ordenado. E eis que estou convosco todos os dias até à consumação do século.
Melhor Maneira de discipular o discípulo
1.      Estágio 1 = Eu faço, você observa. Leve seu discípulo consigo (siga-me).
2.      Estágio 2 = Eu faço, você me ajuda. Faça diante deles o que você deseja que ele façam depois (ensinar por exemplo).
3.      Estágio 3 = Você faz e eu te ajudo, Instrua de forma específica (Dar tarefas para ele fazer).
4.      Estágio 4 =  Você faz, eu observo. Avaliar as tarefas realizadas, alertando e corrigindo os erros.
Mitos do discipulado
1.      O Discipulador deve andar atrás do discípulo
2.      O Discipulador é alguém para Cuidar de mim
3.      O Discipulador é somente para Relatórios
4.      Aceito o discipulado, mais não que falem na minha vida
5.      Não tenho tempo para o discipulado
6.      Posso Crescer sozinho. Pessoas orgulhosas são incapazes de aprender com os outros
7.      Quero ser discípulo, mais não quero liderar. É impossível ser discípulo e não fazer o que eu faço
8.      Quero liderar mais não quero discipulado. Quem não é discípulo não pode ser líder.
9.      Quero ser discipulado mais não quero que cobrem nada de mim. Não existe crescimento sem prestação de contas,
10.  Quero ser discipulado mais não quero cuidar de discípulo
-Nosso Alvo
-Primeiro Alvo é multiplicar discípulos e não a células. As pessoas pode ser membro de sociedades, Clubes sociais, porem discípulos possuem uma grande responsabilidade para com seu mestre.
-O primeiro Alvo do líder não é cuidar e sustentar sua célula, mais de multiplicar liderança. Depois multiplicar sua Célula. “         
Nosso Alvo é conquistar nossa cidade, estratégia é transformar cada membro em um líder e cada líder de células em discipulador.
-Nosso Foco:
-Nosso foco não são atividades e tarefas e sim pessoas. Precisamos investir nas pessoas e não criar mais atividades, Pode-se até ter uma reunião boa, mais se não estamos formando discípulos estamos perdendo tempo;
-O Foco no discipulado não é a Freqüência da célula, precisamos de discípulos para termos uma célula madura pronta para os desafios de Deus;
-Não vamos discipular como em uma sala de aula, na escola adquirimos conhecimento, somente um líder pode formar outro líder. Quem não andou com um líder terá dificuldades em liderar. Precisamos de um trilho para formação de discípulos “Micro-células”.
Se quero discípulos preciso gerá-los, vamos desafiar membros a se tornarem líderes em treinamento.
-Como colocar o discipulado na prática:
-Estabelecer 3 líderes em treinamento, ter um momento semanal fora da célula.
-Acompanhá-los exercitando as funções da célula “Micro-célula”, visitas, 7 passos (Pressão controlada).
-Desafiá-los a iniciar uma célula Embrião.

Nenhum comentário:

Postar um comentário